Por que me sinto cansada e com sono o tempo todo?

Você está sempre com sono, mesmo dormindo o suficiente? Foi em tudo que é médico e nunca descobriu por que se sente assim? Pois então agora tu irá descobrir!

Você está sempre com sono, mesmo que tenha dormido o suficiente?

É conhecida como uma pessoa que toda hora está bocejando?

Planeja o seu dia pensando em qual oportunidade poderá fazer um soninho?

Faz muitos anos que eu me lembro de mim mesma exatamente dessa forma – uma pessoa que está sempre cansada e com sono. Não se trata de dores no corpo ou qualquer problema de saúde. Apenas uma imensa, pesada e tremenda canseira.

Conforme vou te contar mais adiante, eu mudei. Mas dormir pra mim era mais interessante do que comer. E olha que eu amo comer! Eu acordava com sono e, em qualquer momento do dia, se pudesse, deitaria e faria um soninho.

Balão com ZZZ de sono

Quando eu acordava, realizava minhas atividades já pensando na delícia que seria tirar um sono depois do almoço.

“Ui, que exagerada!”, talvez você esteja pensando. Mas eu sei que tem algumas leitoras que sabem exatamente do que eu estou falando.

E minha amiga, olha a loucura que eu vou falar agora – eu fazia uso de remédio pra dormir!

Sabe por quê?

Porque à noite, mesmo deitando com bastante sono, uma explosão de pensamentos invadia meu cérebro, me deixava pilhada e eu simplesmente não conseguia dormir.

Mesmo sendo uma pessoa sonolenta, eu não ficava dormindo o dia todo por questões óbvias: preciso trabalhar pra viver. Caso cogite que o motivo do meu sono era uma rotina de trabalho cansativa, lamento te dizer que até nas férias eu me sentia assim.

Investigando as possíveis causas

Pois bem. Decidi investigar o porquê de tanto sono nesse corpo. Eu realmente queria reverter a situação. Quem compartilha desse comportamento sabe o quão ruim é ser assim.

Qual foi a primeira hipótese?

Sim, anemia.

Exames de Sangue

Fui no clínico geral que me atende para investigar esta possibilidade. O médico passou uma relação completa de exames e não, nada de anemia. Aliás, tudo certo com todos os demais exames, inclusive os que analisaram o funcionamento da minha glândula tireóide.

Polissonografia

O mesmo clínico geral também prescreveu a realização de uma polissonografia, um exame realizado numa clínica onde eu dormi uma noite com eletrodos espalhados pelo corpo a fim de monitorar cada segundo do meu sono com o propósito de detectar distúrbios como apneia do sono, insônia, sonambulismo, terror noturno, etc.

Resultado do exame: perfeito. Nada que prejudicasse a minha noite de sono.

Balão de imaginação com desenho que denota frustração.

Não sei se acontece contigo também, mas tem um lado meu – um lado dominante, confesso – que fica triste quando os resultados dos exames não apontam qualquer anomalia. Eu queria que algum deles identificasse a causa para eu tratar e curar esse estado de me sentir cansada o tempo todo.

Higiene do Sono

Ok, meu sono é normal, saudável.

Então, pensei comigo, tenho que melhorar a qualidade dele.

Pratiquei a higiene do sono tendo o cuidado de não usar eletrônicos a partir de um certo horário da noite e me policiei para dormir oito horas certinhas.

O resultado? Com certeza meu corpo inteiro se beneficiou desses bons e saudáveis novos hábitos. Mas a canseira, minha amiga, essa não se foi . . .

Psiquiatra

Faço uso de Paxil 25mg há alguns anos. Será este o motivo de eu estar sempre me sentindo cansada?

Pensei que poderia ser este remédio a causa, mas o psiquiatra que me atende disse que não, que o Paxil não provoca tal efeito colateral. Ele achou apropriado combinar ao Paxil um medicamento dopaminérgico supondo que o motivo da minha sonolência era déficit de dopamina. Foi quando eu comecei a tomar Wellbutrin. E foi quando tudo mudou.

Brincadeira, nem mudou . . .

Nos primeiros dias até parecia que eu estava mais disposta, mas creio que foi um efeito placebo porque pouco tempo depois, voltei a ficar do mesmo jeito.

Lembra que acima comentei que, curiosamente, à noite tenho uma certa resistência para dormir?

Para melhorar a qualidade do meu sono, o psiquiatra em questão também receitou o uso de Donaren, cujo princípio ativo é o cloridrato de trazodona. O Donaren é um remédio de liberação lenta, então, ele não te dá aquela cacetada na cabeça que te dopa no instante quando tu o ingere e nem dá aquela sonolência matinal.

Na esperança que o Donaren melhorasse a qualidade do meu sono e, como consequência, curasse a minha situação de estar sempre cansada, tomei esse medicamento por alguns meses. Mas não. Quesito canseira, tudo igual.

Nutricionista

Descobri uma nutricionista maravilhosa, a Diordia Piccoli. Até então, nenhum profissional da saúde tinha me solicitado tantos exames de sangue nem prestado uma consulta tão completa como ela!

Para a leitura dos exames, a Diordia utiliza valores de referência um tanto quanto diferentes dos parametrizados pelos laboratórios de análises clínicas convencionais. Acho isso bem relevante uma vez que as escalas de valores dos laboratórios foram criadas a partir de uma população em grande parte doente, sem bons hábitos de saúde.

A nutricionista identificou, dentre outras coisas, que o nível de vitamina B12 no meu sangue estava baixo, portanto, dentre as super fórmulas que me prescreveu, a Diordia providenciou a reposição da vitamina B12.

Faz alguns meses que estou fazendo o tratamento nutricional e de todas as tentativas, esta de longe foi a que mais me ajudou. No entanto, a sensação de estar cansada o tempo seguia me pertencendo.

Despertando

Há um tempo eu vinha planejando passar uma breve temporada de três meses fora do país. Como meu trabalho pode ser realizado à distância, a não ser pelos meus medos e dilemas pessoais, nada me impedia de concretizar este projeto.

Este realmente foi um passo em direção a uma revolução em minha vida porque as pessoas costumam me enxergar como uma pessoa frágil e dependente. Creio que não seja tanto quanto as pessoas presumem, mas de fato carrego uma porção destas características comigo.

De posse deste autoconhecimento, me senti corajosa por tomar esta atitude e agora estar aqui, num lugar que é bem longe de casa, onde a cultura é tão diferente da qual estou acostumada e o principal, longe da minha querida família que tanto amo e da qual tão sou apegada.

Estamos eu e minha irmã nessa aventura e, sem as regalias que tínhamos, estamos aprendendo a nos virar por conta própria. Isto é desafiador, mas é incrível a percepção do nosso potencial e da nossa capacidade frente situações como estas.

Além disso, nossa jornada teve início e terá um final. São três meses. Um tempo curto em proporção aos projetos que temos por aqui. Então, é preciso aproveitar cada momento, não deixar o tempo escorrer pelos nossos dedos porque quando uma oportunidade exatamente como esta irá se repetir?

Foi assim que, sem imaginar, sem planejar, tampouco esperar, algo realmente mudou dentro de mim. Eu simplesmente despertei para a vida.

Balão de Imaginação ou Pensamento com Fogos de Artifício.

Passei a acordar com disposição no máximo no segundo despertador e tenho ânimo e determinação para praticar exercícios físicos seis vezes por semana.

Estou mais produtiva e bem menos procrastinadora.

Não passo o dia bocejando e pasmem – tem dias que nem faço um soninho pós-almoço porque simplesmente o meu corpo não pede mais isso. É como se eu precisasse estar desperta e acordada, para produzir, para aproveitar, para viver. Sem nenhum ensaio, eu de repente acordei, não sou mais aquela pessoa que acorda já pensando na oportunidade que terei para tirar um cochilo.

Que revolução foi essa?

O que mudou dentro de mim?

De onde vem tanto sono assim?

Fiz algumas pesquisas e demorei para encontrar conteúdos que atrelam o sono a condições emocionais e não apenas físicas.

No NHS, o maior site de saúde do Reino Unido, comecei a ter algumas pistas.

Descobri que se sentir todo o tempo cansado é tão comum que até existe uma sigla para denominar essa condição, a TATT. Em inglês, essa sigla significa “Tired All The Time”.

Todos nós eventualmente nos sentimos cansados. Talvez muitas noites mal dormidas, excesso de trabalho, ou quem sabe o fato de ficar noites em claro por ter um bebê em casa.

Mas o cansaço que permanece por um longo período, não. Isso não é normal.

Talvez você se identifique comigo quando te confesso que, no meu caso, o excesso de cansaço afetou a minha capacidade de viver e aproveitar a vida. Por muito tempo – anos! – eu deixei de fazer coisas que poderiam dar bons resultados por escolher dormir.

É de conhecimento geral que o estresse, a depressão, a ansiedade, a insônia, a anemia, a apneia do sono e alterações na tireóide são algumas causas de extremo cansaço. Mas nesse artigo aqui, quero compartilhar com vocês como aspectos psicológicos podem nos fazer sentirmos assim.

As causas psicológicas de se sentir sempre cansada

Parece óbvio, mas vamos verbalizar isso:

Como se sente uma pessoa que está sempre com sono?

Cansada, exausta, certo?

E o que essa pessoa gostaria de fazer?

Dormir, apagar.

Então reflita: há alguma coisa ou alguma situação que está te deixando cansada, exausta?

Do que você está querendo fugir e escolhe dormir para não enfrentar?

Às vezes, tudo é questão de amarras.

Pode se tratar de um comportamento inconsciente que você vem adotando desde criança. Pode ser que, a nível inconsciente, você desde sempre está buscando um pertencimento que não encontra, um reconhecimento que não alcança, um perdão que não recebe. E como se sente alguém que, por anos e anos, persegue algo sem nunca o obter? Cansada, exausta.

Esse cansaço também pode vir de alguma situação esgotante. Como, por exemplo, um relacionamento que consome as suas energias; a redundância de algo que não é esclarecido e resolvido; ou ainda, quem sabe, um choque emocional que te deixa em constante estado de alerta. Pense em um vigia que passa a madrugada em claro, atento a cada movimentação ou ruído ao redor do local que está vigiando. Como ele se sente no final do turno, depois de tanto se esforçar física e mentalmente para prestar uma boa vigília? Super cansado, concorda? Em certo sentido, seu cansaço pode ter uma fonte similar.

Outra possibilidade. Será que você está cansada de constantemente se sentir de uma forma que, por mais que tente, não consegue reverter? Vou dar alguns exemplos. Está cansada de sempre se sentir insegura, irritada ou impulsiva? Ou quem sabe não aguenta mais continuar falhando, seja na dieta, ou em controlar crises de ciúmes, ou em levar seus projetos à frente, sem procrastinar? Sentir que a gente falha vez após vez, além de frustrante, é bem cansativo.

Também é válido mencionar a chance de o cansaço vir como um recurso do seu inconsciente para te poupar de algo que te demandaria tempo e energia. Vamos imaginar que você tem um projeto de carreira que resultaria em consideráveis mudanças na sua rotina e no seu estilo de vida. Para executá-lo, você precisa se esforçar bastante e trabalhar duro, com foco e constância. Mas só de pensar em tudo que isso demandará, você sente preguiça. Além do mais, tem o medo de não dar certo e o medo do novo. Seguramente essa vontade de fugir do desafio pode vir em forma de sono, concorda?

Assim como eu, você já pensou assim? “Ok, eu preciso fazer isso, mas estou tão cansada, meu corpo está pedindo, ele precisa descansar. E não tem como produzir com uma mente cansada.” No fundo, você e eu sabemos quando a questão é fisiológica e quando não é. Por isso, cuidado com a auto-sabotagem, não permita que esses pensamentos ganhem o espaço que eles não podem tomar.

Me livrando das amarras

Ilustração outline de um pássaro representando liberdade

O meu despertar foi bem súbito, mas tenho consciência que isso pode não perdurar para sempre. Mesmo que definitivamente não seja mais na intensidade de antes, o meu sono “não justificado” por vezes aparece. Mas sabendo que, no meu caso, ele está relacionado a um estado emocional, estou reafirmando a mim mesma as razões que tenho para continuar desperta e, até o momento, venho me saindo vitoriosa na luta contra ele.

Tenho o privilégio de fazer terapia com uma psicóloga super querida e competente, a Josi Pizzolato. Uma pessoa que com certeza Deus colocou no meu caminho para eu desatar certas amarras que prendem a pessoa que eu tenho o potencial de me tornar. Ela tem me ajudado a perceber a origem de alguns comportamentos e o melhor, a alcançar um amadurecimento emocional por combatê-los e superá-los. Indico fortemente a busca por um profissional bem habilitado porque essa busca pelo autoconhecimento que liberta é bem mais assertiva quando tem alguém do outro lado mostrando certas coisas que, por conta própria, seria difícil ou levaria muito tempo perceber.

Além disso, pra mim sempre foi de muita ajuda ter uma referência. Não alguém a quem tu te compara ou quer te igualar. Mas uma pessoa que te serve de inspiração e de motivação.

Eu tenho meus pais como essas figuras. Sempre que me sinto preguiçosa ou ajo com procrastinação, penso no que minha mãe faria na minha situação. Ela nunca tem preguiça, ela simplesmente vai e faz. Ela é ativa, destemida e sempre dá a volta por cima.

E quando eu acho que uma ideia não faz sentido ou não vai dar certo, eu penso no que meu pai faria no meu lugar. Ele não desistiria. Ele acreditaria e persistiria até alcançar. E surpreenderia todo o mundo! Acredite em mim – ter uma ou mais figuras de referência é motivador e eu diria até essencial.

Portanto, minha amiga, vá atrás da solução para esse teu sono e teu cansaço sem explicação. Não deixe ele te sequestrar e te deixar presa num local de inatividade onde tu nunca produzirá os melhores momentos que tua vida pode ter contigo acordada, desperta e ativa. Não deixe que questões adormecidas consumam todas as tuas energias. Liberte-se delas, acorde para a vida e seja bem feliz!

Gostou deste artigo? Então compartilha com alguém!

3 respostas

  1. , parabéns o “site Tanize” chegou arrasando.
    Gostei muito de tuas dicas do sono que vou adotar. Tu escreve com facilidade com uma linguagem muito fácil de entender e com sequência bem conectada.
    Não tenha dúvidas que já saiu vencedora disponibilizando para o mundo virtual tuas habilidades.

  2. Amei o artigo! E amo tmb a versão atual da Suélen que está descobrindo, ou melhor pondo em prática, todo o potencial que eu sempre enxerguei em vc.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-me nas Redes

Mais Lidos

Categorias

Você também vai gostar disso:

Bandeira da Finlândia com vista de fundo para o local, o país mais feliz do mundo
Países e Culturas

O que faz da Finlândia o país mais feliz do mundo?

Pelo sétimo ano consecutivo, a Finlândia conquistou o primeiro lugar na classificação anual dos países mais felizes do mundo do Relatório Mundial sobre Felicidade. O que a Finlândia tem de tão especial?

Uma mochila desorganizada me ajudou a organizar minha vida
Comportamento

Crônica de uma mochila

Uma reflexão e uma mudança inspiradas em uma simples e mera mochila.

Por que as pessoas não gostam de ficar em silêncio?
Comportamento

Você tem medo do silêncio?

O silêncio deixa você desconfortável? Você precisa estar na companhia de um barulhinho pra se sentir melhor? Tenho certeza que você vai aprender muito com esta leitura.